21 de abril de 2010

Auto

A gente muda tanto. Em pouco tempo eu mudei tanto.
Hoje estou aqui com planos concretos, verdades descobertas e firmadas em mim. Hoje eu tô no chão, que é pra não cair, e lúcida, pra não ser em vão.
Foi assim: eu cresci. Pensei no que nunca faço por mim, no que quero, no que espero. No que nunca quis, nunca fiz.

Estou aqui, novamente, admirada com todas as coisas mutáveis. Com todas as coisas que já superei e com o quanto eu mudo todos os dias. Abandonei algumas visões românticas da vida, mas continuo valorizando os sentimentos. Eu quis mudar algumas coisas imutáveis em alguns momentos, mas não consegui porque algumas coisas simplesmente não devem nunca deixar de existir. Algumas coisas deveriam nunca ter ido embora.
Sou frágil, assumo, mas minha força sempre aparece quando necessito porque eu busco ela em qualquer lugar. Carrego emotividade nas veias e isso nunca vai mudar. Faço sempre tudo pelas pessoas que eu amo e isso também nunca vai mudar.
Eu me perco, e me encontro. Ás vezes sou otimista e ás vezes não. Ás vezes eu acredito em algo e ás vezes algo me faz acreditar. Não gosto de errar. Prefiro perdoar, esquecer, deixar passar. Prefiro crer, ver. Prefiro sonhar.

Mas hoje, eu estou no chão e agora esse é o meu melhor lugar. Não dá pra ver a poeira lá de cima e é bom de vez em quando limpar tudo, mudar tudo, pra voltar a sonhar.


É bom limpar o chão para tudo voltar a ser diferente ou normal
é bom limpar o chão para ser mais real
é bom limpar o chão para ser mais difícil sonhar em vão.

3 comentários:

AnaCamila disse...

perceber que estamos em constante mudança e entender essas mudanças já é uma linha de raciocínio muito madura...
adoro seu blog...
beijos

marc. disse...

te odiei um pouquinho por me deixar sem palavras, mas só um pouquinho prometo! ;)

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Curto demais propaganda, principalmente se existir criatividade na hora de encantar com amor. Essa além de maravilhosa é envolvente...

Assista com amor, espero que goste:

http://www.youtube.com/watch?v=ensckApupW0&feature=player_embedded

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-